quarta-feira, 17 de abril de 2013

CURIOSIDADES: POR QUE CHAPÉU VIRADO?

Chapéu Virado: denominação curiosamente singular para uma enseada! Essa mesma enseada, a que os índios chamavam Maandeua, é uma das mais belas praias da costa oeste da ilha do Mosqueiro e um dos points turísticos preferidos por banhistas e visitantes.

Esse nome foi atribuído, no início, à ponta mais saliente da Ilha, que avança sobre as águas da baía do Marajó, estando registrado em códices e mapas muito antigos, como a Planta do Porto do Pará, trabalho cartográfico não datado, talvez oriundo dos remotos tempos do século XVII.

Tal situação geográfica de grande importância como referência náutica foi o motivo que levou a Marinha a instalar ali, em 1872, o primeiro farolete, exatamente onde, hoje, se encontra o Hotel Farol. Originariamente batizado como Ponta-do-Chapeo-Virado, o local passou a ser conhecido como Ponta do Farol pelos pescadores. Assim, no final do século XIX, a enseada viu a sua extensão ser dividida, para abrigar um novo nome consagrado pela vontade do povo: praia do Farol.

Dificilmente saberemos quando a designação Chapéu Virado foi empregada pela primeira vez. Difícil também é determinar o porquê de sua origem, o seu real significado, pois não existem documentos comprobatórios, embora muitas explicações tenham surgido, todas envolvendo essa peça tão comum da indumentária em todas as épocas. Seria uma lembrança dos rústicos chapéus de abas largas dos antigos pescadores que ali labutavam ou dos usados pelos valentes cabanos, que derramaram seu sangue naquelas areias? Ou dos finos chapéus de palhinha dos senhores aristocratas que frequentavam a Ilha, naqueles tempos longínquos?

Quem sabe não foi produto da imaginação criativa de algum navegador que, aproximando-se da Ilha, vislumbrou, no formato da enseada, a silhueta de um chapéu beirado cheio de água? E, já que estamos no campo da imaginação, não teria esse viajante comparado o lugar com a praia de Copacabana, cuja ponta avança sobre a baía de Guanabara? Em verdade, guardadas as devidas proporções, ambas as enseadas se assemelham pela forma de meia-lua. Os nomes das duas praias teriam, portanto, certa relação, uma vez que da palavra aportuguesada Copacabana lembrar-se-ia o tal navegador, pois, no sentido dicionarizado, copa é a parte superior do chapéu.

Deixando de lado a fantasia, a verdade é que o invulgar nome Chapéu Virado teve uma grande divulgação em Paris, no inicio do século passado, promovida por Arthur Pires Teixeira, amante fervoroso e benfeitor incondicional daquela magnífica localidade da ilha do Mosqueiro.

imageimage         Praia de Copacabana (Fonte: Google Earth)           Praia do Farol (Fonte: Google Earth)

PESQUISE NESTE BLOG:

http://www.mosqueirando.blogspot.com.br/2010/04/ilha-do-mosqueiro-na-rota-da-historia.html

2 comentários: